Como aprender a andar de salto

como andar de salto

Histórico

A história do salto alto começou muito antes do que possamos imaginar, no ano 3500 a.C. no Egito. O salto alto surgiu para diferenciar as classes altas das baixas, que em sua marioria andava descalça. Na antiguidade, homens e mulheres usavam salto em cerimômias. Também há registros de que os açougueiros egípcios também tinham a tradição de andar de salto para não se sujarem com o sangue dos animais mortos. Grécia e Roma também foram pioneiras no uso desse artefato.

Aprenda a usar

Se você nunca usou salto na vida, ou nunca conseguiu ficar tempo suficiente em cima de um, comece usando saltos não tão altos (menores de 6cm) e não muito finos. Se você tem um evento programado e será nessário usar, pratique durante a semana anterior e quando possível, com a roupa que irá usar, pois ela também poderá influenciar no seu caminhar.

Para não parecer que está mancando, dê passos curtos, assim o risco de se desequilibrar é menor.

Pense onde vai usar o sapato. Se for dançar ou movimentar-se por muito tempo, prefira saltos mais baixos e leve um sapato baixo de reserva, caso seu pé comece a doer.

Cuidados

Subir e descer escadas ou rampas muito inclinadas pode ser um problema para quem é iniciante. Se tiver corrimão, segure para se certificar que tem onde se apoiar, caso desequilibre.

Saltos e saúde

Meninas estão começando a usar saltos desde muito cedo e isso pode prejudicar a formação do corpo, quando em fase de crescimento. O ideal é começar a usar esse tipo de calçado depois da fase de crescimento, mais ou menos aos 16 anos.

Usar saltos diariamente poderá causar o encurtamento do tendão de Aquiles. Variar a altura do sapato pode ser uma boa opção para manter-se sempre bonita e também saudável.

A rasteirinha e chinelos também podem prejudicar a saúde uma vez que podem afetar o tornozelo, joelhos, quadris e coluna.

Leia também na sessão para Mulheres o post sobre “Como se maquiar”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>